11 de mai de 2009

O sexo é pop!

Graças a professora de ciências, que na escola ensinou que ninguém engravida beijando na boca, e as minhas amigas, que durante a adolescência trocaram comigo suas experiências, posso dizer sem medo que hoje em dia falar sobre sexo é tão natural quanto soltar um "Ronaldo" aleatóriamente em uma conversa. Até meu pai, com quem eu jamais imaginei tocar no assunto, conversa com naturalidade sobre o tema que aqui em casa já não é mais tabu. Eu acho ótimo! Mas o ideal seria que todos tivessem a mesma liberdade em casa, ou total confiança em alguém para abrir o jogo sempre que fosse necessário. Parece bobagem, mas trocar idéias sobre sexo ou qualquer outro assunto, por mais constrangedor que seja, é fundamental para esclarecer dúvidas que às vezes nem a gente sabe que existe. É só tomar cuidado pra não exagerar na liberdade e perder completamente a vergonha. Sexo não é e nem precisa ser sinônimo de sacanagem.