6 de mai de 2009

Bipolaridade poética

Nós esperamos ansiosos e tristes pelo hálito indiferente do inverno. Vasculhamos em nossas roupas as peças mais simples, que em outras carnes seriam deselegantes e fracas demais para isolar o frio do calor. Nós preferimos o ar aquecido de estações mais caóticas, quando todo o resto prefere dividir pipoca assistindo à um filme que jamais iremos assistir. Nós afogamos as nossas mágoas em copos profundos, com um teor de álcool exagerado, abusivo e fatal. Fechamos todas as janelas e choramos no escuro suicida das quatro paredes do nosso quarto. Preferimos andar sem rumo, sem dinheiro e sem muitos amigos. Gostamos de ouvir as mesmas músicas e somos fechados para as novidades efêmeras. Não gostamos de pessoas efusivas, nem daquelas que são completamente trancadas. Estamos sempre distantes e constantemente ouvimos críticas a nosso respeito. Somos sérios, mas também sorrimos largamente quando estamos inspirados. Dançamos quando ninguém dança, cantamos quando o mundo silencia e morremos, quando é hora de renascer e ser feliz por alguns instantes.

18 comentários:

escrito por Mylla Amaral disse...

eu escuto a mesma musica ><
obrigada por ter passado no meu blog!
o seu é uma graça!
bj

Joy disse...

valeu pelo comentário!
O inverno te inspira? heheh amei as "bipolaridades"

Fe disse...

q lindo esse texto!!
e como ela disse aí em cima, eu tbm vivo escutando a mesma música... depois eu enjoo e vicio em outra.. heheh

bjuuuu.

Erica Maria disse...

E eu que pensei q sou eu sofria dessa Bipolaridade Poética!

Lindooooooooooo, adoro o q escreves!

Bjos em teu coração minha linda!

;*

dreamsaboutme disse...

Que texto lindo!!!!!Bruna, isso que é texto poético..vc escreve bem demais!Deposi me visite..postei sobre as enchentes..quero fazer a diferença!Obrigada..Bjsssss

Patrícia disse...

Adoro esses desvaneios! :)

Gabi, disse...

Ola estou passando aqui pq gostei do seu blog, escolhi ele para repassar um selo.Da uma olhada: http://bloggerdagabi-gabi.blogspot.com/
Beijos

B (: disse...

Amei o post! Esse ano acho que vou sentir as emoções do inverno, já que na cidade que eu morava as temperaturas eram altíssimas, aqui tbm é, mas no inverno tem um friozinho gostoso (:

Bjs,

Bia.

Bruna disse...

Lindo texto, disse verdades e verdades com a perfeição de um poéta. :)
Minhas bipolaridades poéticas ocorrem mais na mente, as veses fixo em um lugar e voou criando textos bem profundos. Nem sempre consigo resgistrar, mas sempre pego meu caderninho e escrevo.
Refletir depois de um tempo sobre oque escrevi é sempre motivo para continuar pensando.. e refletindo.
beijos.

Ivan Dognani disse...

limdo amor, já falei pessoalment que eu amo ler seu blog..e q vc eh das ''tenho o dom, fato//'' hUIAhiuahUAIhiuAhuiA te amo bozinha ♥

Ivan Dognani disse...

limdo amor, já falei pessoalment que eu amo ler seu blog..e q vc eh das ''tenho o dom, fato//'' hUIAhiuahUAIhiuAhuiA te amo bozinha ♥

Holly disse...

me identifiquei total

tbm odeio pessoas efusivas ¬¬

Leandro Lima disse...

Vixi...
Eu sempre espero pelo inverno, pra poder esperar pelo calor de novo.

Rafael disse...

Nós somos tudo tudo que nunca poderiamos ser
Temos nas mãos as ideias e os sentimentos escorrendo feito água
E dormimos pensando que o quarto ficará inundado com essas emoções

B. disse...

A mesmoa música sem enjoar,o andar sem destino...
Você conseguiu tranpassar glorisamente no texto algumas reações que pra muitos são tão confusaS!

b. disse...

Tem vezes que eu não sei se tô lendo o seu blog ou uma autobiografia.

Bruna Bianconi disse...

gostei da bipolaridade, haha, seus textos estão cada dia melhores!

Mary West disse...

Ando tão intensa que eskeci os pequenos detalhes.