28 de nov de 2008

Também vou-me embora

Eu sonho ir para Pasárgada. Lá eu também sou amiga do rei. Sou vizinha da sorte e amante da felicidade. Desde os tempos de dente de leite, sonho em conhecer, mais meus parentes, Pasárgada e suas águas. Eu sonho com um dia azul, folhas furiosas chacoalhando os pequenos galhos e alguns pássaros afinados presenteando os meus ouvidos. Quero sair de casa na madrugada e chegar junto com o sol da manhã. Jogar as malas na grama, correr sem direção - até porque não existe direção em Pasárgada - e sujar minhas roupas reais com doce de imaginação. Quero esquecer a sensação do asfalto, a claridade das lâmpadas folheadas de alumínio, e a frieza das vozes mecânicas, rotineira nessa cidade. Pasárgada existe sim. Brotou nas linhas e transcendeu os clássicos poemas que a gente lê na escola. Pasárgada é o meu destino. E Manuel Bandeira o condutor. Vamos?

15 comentários:

Yuuko-sama disse...

nossa postagem legal
é bacana dançar música japonesa
acho que vc ia gostar
\o/

ahuashuashu

eu e a bunda XD

Hyanara disse...

oie!!
que vc tenha um otimo fim de semana!!!
abraçooo

Kenny disse...

Pasárgada é legal *-* jamais equeçerei do verão de 1999, em que visitei pela perimara vez..
Ainda volto lá..

XDD

Beli disse...

ta bom vou tenta n parar d postar
kkkkk

cara voc escreve muitow bem
esse e um dos blogs q eu n fico sem ler 8)então eu q digo N PARE D POSTAR NUNCA

Sergio disse...

"e sujar minhas roupas reais com doce de imaginação."

Pasárgada só existe pra quem sabe inventá-la.

Mas Pasárgada some de um imediato mais rápido, pros quem tendem a esquecê-la.

Duuh!. disse...

Então bora para Passárgada!!

^^.

hauahauahaua
adoreei o post.

então tbm tenho varios amigos homosexuais, mais o probleminha é que naquela convenção todos falavam somente espanhol, foi até engraçado, eu fazia até mimica p/ me comunicar com eles ^^.

beeijo

Sergio disse...

C entendeu, né? Não perca Pasárgada de vista, nunca, nunquinha. Quanto mais pé no chão, mais saia dele direto pra "Lá", sua terrinha natal.

E ó: tou com saudades já. Há muito não me faz uma visita.

Vá até minha casa e veja o texto lindo de uma poetinha que conheci nessa Rede de afinidades. O texto chama-se "Bla". Depois de um pulo no blog da poetisa e esbalde-se.
Bjo, BB.

Tatah Marley's Confissões disse...

opa, vamo simbóra flor!
zõ/
post delicioso de ler!
;*

Camila :) disse...

nhaa q massa esse post,
lindoo e poeticoo, tomaraa q te escolham :)

bejooo

Vitoria Dayane disse...

ameiiii o blog, vi vc no siet da capricho, add no meu blogsroll..
Beijaoo, boa noite.

Bruna Bianconi disse...

o se vamos :)

João da Silva disse...

Só se for imediatamente! Amei!
Beijinhos carinhosos do João

gerson oliveira disse...

então vamos a Pasárgada

Luise disse...

Pasárgada deve ser um ótimo lugar para morar, e inventar coisas todos os dias, colocar a imaginação para funcionar a cada minutos! vamos ??

Sergio disse...

Puxa, se vc ñ estivesse enlouquecida de ocupada pra me visitar e se tbm ñ tivesse tantos moços mais belos e moços para encantar, eu diria que dessa vez vestiu branco só por minha causa.

Também não dói nada acreditar em meias verdades inventadas.