30 de nov de 2007

Quando nem eu sei...

Deu-me vontade de escrever.
Não tenho nada pra falar , nada a acrescentar.
Não sinto absolutamente nada.
Só ouço o vento bater na minha janela e me convidando pra sair.
Eu até gosto do vento quando a noite esta estrelada.
Vem o vento.
Vem também meu pensamento...
E ai eu sinto.
Que já é tarde demais pra confessar o que esse ano me fez.
Nada o condenaria , agora que está acabando...
Mas outro ano chegará , outro céu , outro vento , você.
E eu.
Condenada , só consigo vagar pelo sonho de todas as noites.
Em que eu estou feliz , por completo.
Completamente.
E é tão estranho.
Estou tão longe de mim.
Tão distante de mim mesma...
Mas existe você.
Existe a janela...
E vou abri-la , pra esperar;
Porque agora eu nada sinto...
Nada tenho a acrescentar.

Nenhum comentário: