7 de fev de 2009

O Babado é certo!

Engraçado (e ao mesmo tempo lamentável) como hoje em dia, os rótulos que as pessoas criam umas para as outras, mudam tanto de embalagens. O assunto da vez é o novo site de relacionamentos Leskut. Criado só para meninas que gostam de meninas, ele é como um Orkut, só que mais organizado e roxo. Possui um rigoroso termo, que se for respeitado, dá ao usuário total segurança e conforto. Mas Bo, o que isso tem a ver com os rótulos e as embalagens do começo do post? Simples. Há um tempo atrás, se alguma garota resolvia experimentar e ficava com outra menina, ela era a total flex da turma, a "porra loka", a que se achava cool. Certo? Só que agora as coisas estão mudando. Hoje em dia, ser cool é bancar o conservador, ser metido a regras e a hipocrisia. É claro que ninguém é obrigado a participar de nada. Se não acha legal, paciência. Cada um no seu quadrado. Mas nada impede que alguém que simpatize ou tenha curiosidade, entre e também faça amizades. Ser lésbica não é nenhuma doença contagiosa. Se eu tenho amigas homossexuais, isso não significa que eu também sou ou vou me tornar uma. As pessoas se preocupam tanto em como ser legais e antenadas, que às vezes nem se dão conta dos clichês preconceituosos que caem, e do ridículo que fazem quando tentam impor uma opinião.