17 de jul de 2008

RETROSPECTIVA I

Há um ano atrás eu estava apaixonada por
um nerd da cidade. Acordava às oito da manhã e ia direito pro MSN ver se ele
estava on. Era patético, mas eu tinha sonhos lindos... Há um ano atrás, eu
lia
algo que mudaria a minha vida para sempre. Alguém havia vomitado em um
texto,
palavras revoltadas, frases tocantes, vírgulas ensaiadas em um
contexto surreal.
Percebi o quanto uma atitude dessas poderia comover.
Entendi o porquê de blogs.
Consegui absorver aquilo que queriam que eu
absorvesse. Ou, aquilo que eu
realmente precisava, talvez para amadurecer
minhas idéias ou aceitá-las como
elas sempre foram: Estranhas... Há um ano
atrás meus pais ainda viviam um conto
mentiroso. Aliás, ainda vivem. Há um
ano atrás, eu usava roupas mais coloridas,
lilás por exemplo. Eu me lembro
que tinha uma blusa esquisitíssima dessa cor, e
fui com ela no meu 1º
encontro com o nerd da cidade. Talvez tenha sido por causa
dela que tudo deu
errado e eu voltei arrasada pra casa. Depois desse dia, o meu
coração parou
de bater acelerado. Passei a me sentir uma velha sem espírito...
Há um ano
atrás, eu ainda não tinha estragado namoros de metaleiros e muito
menos
ficado com metaleiros. Eu morria de medo de coisas que hoje em dia não
passam de uma grande hipocrisia. Há um ano atrás, eu era apenas a Bruna, sem
Bo
ou Boo. Eu tinha um fotolog com fotos sem photoshop e era mais conhecida
como
gigante. Há um ano atrás, eu não acampava no interior do estado e nunca
havia
beijado garotos fumantes. Preferia encher meu estômago de porcarias
nas festas
infantis à sair pra dançar música eletrônica em baladas free. Há
um ano atrás eu
já amava de paixão uma banda britânica chamada Keane e ainda
sou completamente
apaixonada pelo 1º CD deles, o Hopes and Fears. Há um ano
atrás, os meus sonhos
foram interrompidos por um acordar inusitado, como se
eu tivesse caído da cama,
sem sequer ter movido os quadris para a
esquerda... Uma das piores sensações que
eu ja tive. Mas isso passou. É bom
virar a folha do calendário e mergulhar em
lembranças que ainda agonizam na
minha memória... Há um, dois, três anos atrás,
não importa. Eu sei que no
fundo, continuo a mesma de antes, apesar de todas
essas
mudanças.

5 comentários:

l'esprit fabuleux disse...

eu conheci você como gigante, nossa faz um ano que a gente se conhece, quantas coisas a gente não compartilhou né? :)
e é bem isso mesmo, a gente amadurece mais por dentro a gente é tudo aquilo que um dia fomos.

você é muito especial pra mim ♥

Nina disse...

Menina, se eu parar para pensar na minha vida há um ano atras... muita coisa mudou mesmo! Vc acampa? Somos duas!

Camila disse...

O bom é isso mudar bastante por fora mas manter a mesma essencia por dentro! Keane é legal, beijar garotos fumantes não é legal!

sim mto divertido responder essas besteirinhas! =)

BiahH_TrixX disse...

Pois é MUTANTE..a um ano atras,eu tinha medo de expor minhas ideias e de gritar meus inuteis textos...mais ai vc me fez ver,que não importava se eles eram bons ou não..eram MEUS e,de repente,eu passei a ter pelo menos uma unica e minuscula coisa do que me orgulhar.. =/

Bjokas e saudades d vc!!
Huuahsuashaushau.

Mary West disse...

Maturidade cara, taí uma coisa que nunca deixa de alcançar a gente. ;)