24 de jan de 2008

Ano novo, fase nova

Eu tenho uma mania mortal de dizer que tudo é uma fase, que fases passam como as chuvas do começo do ano. E que outras aparecem, trazendo à bonança, um novo momento na vida, ou um novo suspiro pra gente poder retomar o que foi deixado de lado. É muito fácil dizer que pra tudo na vida tem um remédio, assim como é fácil deixar a vida doente passar sem o mesmo. Eu acabei de fazer a minha escolha, e acho que estou certa nas minhas preferências.

Todo mundo tem o seu lado sentimental. Você pode estar amando muito alguém, pode estar tentando esquecer alguém ou assim como eu, pode estar com o coração completamente desocupado. Quando eu percebi o estado em que eu estava encaixava, há uns meses atrás, me senti a melhor pessoa do mundo. Senti-me confiante para falar de coisas que me eram desafiadoras, me senti pronta para ouvir novas questões e viver novos momentos; momentos esses distantes de uma realidade monótona na qual eu vivia antes.

Mas a felicidade dura tão pouco. O prazer de estar e melhor que isso, saber que está completamente livre pra escolher entre as muitas metades que aparecem no nosso caminho pode acabar da mesma forma como começou; num estalo. E não deixa de ser um susto bom, porque acho que não nasci para me acostumar com algumas situações, mas só em pensar que alguma coisa vai ter que ser diferente, que alguma atitude ou alguns gestos terão de ser extintos; não é, e também não pode ser fácil. Desafios fazem parte de todas as fases.

Só espero que dessa vez eu tenha um pouco mais de sorte...

3 comentários:

Daniel disse...

A felicidade é momentânea moça... infelizmente não se mantém esse estado de espirito pelo tempo que a gente necessita.

Desafios fazem parte, o que muda entre as pessoas é a capacidade de confrontar os obstáculos

Bjo sumida

André Ranieri disse...

Eu, mais do que nunca, me identifico com esse texto.

Infelizmente, ou felizmente, nossas vidas nunca são um mar de rosas. Mas ela seria meio monótona se fosse. Não concorda?

ahna disse...

aquasepsicologa é um novo blog, da autoria de "ao espelho", este blog pretende dar resposta a todas e quaisquer duvidas que existam, principalmente em mentes adolescentes. Com uma sensibilidade extrema e amor pelos humanos, pretendo tornar a nossa conversa muito mais soft, e fazer com que o estereotipo existente sobre os psicologos se transforme, para melhor! Para começar conto com o seu blog e com as suas visitas lá, coloquem questões, dúvidas ou qualquer outra coisa que vos passe pela cabeça. também sou de pancadas, por isso não hesitem. Um obrigada grandinho pelo facto de ir contar para as visitas diárias do aquasepsicologa e um ainda maior por não me cobrar a publicidade feita aqui. Parabéns ao seu blog!