27 de mar de 2009

Outono, tempo, pessoas

A minha vontade era começar o post com uma palavra suja, que resume em sete letras a minha insatisfação como ser humano e como rélis matéria branca, que pode desaparecer a qualquer momento da vida. Eu queria ser a dona da verdade e sair por ai distribuindo em sacos plásticos porções consideráveis de verbos e substantivos. Abrir cérebros com a chave-de-fenda que tudo resolve, porque os cérebros às vezes precisam de ar. Queria entender porque a maioria dos corpos que "racionam" distorcem as minhas palavras e os meus gestos. Queria conhecer as vidas que deixei em outras épocas e compará-las. Penso que tudo o que fazem e tudo o que não fazem para mim, é consequência da escolha que meu espírito fez quando desencarnei, cheia de veneno e pecado. Só pode ser. Vozes me arrepiam em raiva, toques me enojam, paixões não convencem e amores ainda não foram declarados. Que falta fazem três palavras quando não são ditas... Mas tenho que concordar que ninguém é obrigado a assumir, adivinhar, desmentir, simplificar, realizar, somar ou diminuir nada. Eu também não sou. Posso hibernar se eu quiser. Fugir dos doentes, do trem lotado, das pessoas de olhos ruins, do atraso, da falsidade, da tristeza que se apodera e do choro que desagua. Existem caminhos mais fáceis e ninguém está proibido de seguí-los. Acontece que se meu espírito escolheu isso, se o meu passado me remete a esse presente, vou sufocar como me é previsto. E se eu não morrer porque roubaram-me todo o ar, morrerei velha demais pra continuar e jovem o bastante para renascer.

14 comentários:

Aléxsia disse...

To neurótica e com TPM , não quero morrer velha :'(

Gaby disse...

Oláá Bruna Bo!
Gostaria de agradecer por comentar no meu bloguinhoo!
Somos duas que nasceram na época errada xD Adoro seus posts, tou sempre akii ;**

t disse...

n oosa, seu blog é perfeiito e vc escreve muiito bem , achoo que sou outra que nasceu na epoca errada !

bjinhos *

tha disse...

noosa, seu blog é perfeiito e vc escreve muiito bem , achoo que sou outra que nasceu na epoca errada !

bjinhos *

Erica Maria disse...

Ah, menina essas coisas são tão complicadas né?

Adoro seus textos, vc tem uma facilidade mto grande de expor os fatos do coitidiano...

Bjo no coração!

Fabio Bittar disse...

você devia retomar os mini-contos. bj

Fe disse...

Vozes me arrepiam em raiva, toques me enojam, paixões não convencem e amores ainda não foram declarados.

É, são coisas da vida... me identifiquei ;)

bjoo

JoJo Lima disse...

eu achoq ue nasci no país errado :P
adoro suas filosofias

Maria Rita disse...

Nossa! Assino em baixo, tambem nasci na época errada, na cidade errada e na familia errada. Sou toda errada.
Seu blog é muuuuuuito perfeito, menina, demais! *-*

Hey, entra no meu blog qualquer hora? http://canseidevoces.blogspot.com

beeijao!

Daniel disse...

que isso, amiguxa!?
Pense positivo, tudo tem um tempo certo pra acontecer, o problema é que geralmente o nosso relógio está adiantado e o relógio do destino (odeio essa palavra) sempre atrasa
:*

SaMm disse...

Ameii seu blog, e o texto super mara³...
Não quero morrer velha.

passa la no meu blog..


bjOoo

Tailany Silva disse...

Se tem uma coisa que eu acredito muito é que tudo tem a hora certa pra acontecer. Não nascemos em época, família errada. Na verdade, o que por vezes achamos "errado" é só aquilo pelo que temos que passar para aprender coisas valiosas pro resto da vida.
Gosto muito do seu blog, ele é bem aconchegante. :)

Joana disse...

eu sei como é estar cansada de ver tanta babaquice por aí e querer desesperadamente mudar as coisas, mas perceber que sozinha o esforço é quase em vão.

Mary West disse...

Eu creio que um dia poderei também ser capaz de fugir de tudo.