9 de abr de 2008

CEGOS DE COVARDIA

É fácil esconder-se atrás da inocência
Fingir-se de vítima enquanto uma alma pega fogo.
É simples esperar o ego
guinar as alturas
Assistir à uma execução com água nos lábios
E dar
as
costas para a verdade e a sensatez.

É prazeroso aconchegar-se em
almofadas
Abraçar penas enquanto outros recebem espinhos.
É ameno
deitar
os olhos em céu cinzento
Iluminar o interior com uma luz
suportável e doce
À ter de deitá-los em sol ardente do meio-dia.

É
indolor proteger-se
com escudos falsos
Aliar-se a ingratidão e aos seus
caprichos egoístas.
É fácil reprimir generosidade e lucidez
Esconder
sentimentos
benevolentes que não punem
Pra parecer mais convicto, justo;
mais homem...

É covarde ser covarde à todo instante
Viver sem
sonhos, com medos
que não faz sentido.
Causa repulsa conviver em meio
aos covardes
Olhar
dentro de olhos que já não brilham mais
Olhos que
já esqueceram de enxergar.
Olhos cegos, sem coragem.

8 comentários:

BiahH_TrixX disse...

"É prazeroso aconchegar-se em almofadas
Abraçar penas enquanto outros recebem espinhos"

Nossa,nem preciso fala nada néh mutantizinha.. gosto muitos das coisas que vc escreve.

bjokas.

Daniel disse...

un muito bom

Letícia Perini disse...

"É covarde ser covarde à todo instante
Viver sem sonhos, com medos que não faz sentido"

o poema inteiro ficou muito lindo, mas eu adorei essa parte. Muito bom! :D

beijos

BiahH_TrixX disse...

Huuahsuahsuahsuah .
Ah eu gosto de Sampa,mais eu prefiro mora aqui.. mesmo não tendo nada de mais,caieiras me prende cara,não sei pq .. uashaushuahsa

Bjokas.

monicat disse...

ouch! fuerte, fuerte.

Letícia Perini disse...

obrigada, add vc à minha lista também :)

beijos

[KeLLy ViAnA] disse...

Lindo seu post,bem fofinho..adorei!!

bjOo!

...AMORE... disse...

bruna, lindo o seu blog !
postei no meu blog e dei seus créditos...se por acaso nao gostar me avise que eu tiro tá?
um grande beijo!